Todos queremos ser felizes e todos os dias tentamos descobrir quais os segredos para alcançar o tão desejado estado máximo de felicidade. Mas será que é assim tão complicado ser feliz?

Existem várias maneiras diferentes de ser feliz e várias maneiras diferentes de alcançar a felicidade, mas para quem tem dificuldades em perceber como pode alcançar a felicidade, aqui ficam 10 dicas para vos ajudar a chegar mais rapidamente ao vosso tipo ideal de felicidade.

10 dicas para alcançar a felicidade

1. ACORDAR CEDO

Não me consigo cansar de divulgar todos os benefícios de acordar cedo.
Quando não conseguimos fazer tudo aquilo que queremos fazer no dia-a-dia, ficamos frustrados e irritados e até podemos dormir mal só com a preocupação de terminar todas as tarefas que deixámos por concluir. Acordar cedo dá-nos mais tempo para aproveitarmos melhor o dia e conseguirmos gerir as nossas tarefas diárias da melhor maneira possível.

2. DORMIR ENTRE 7 A 9 HORAS POR DIA

Quando não temos tempo para fazer tudo aquilo que queremos, acabamos sempre por cortar nas horas de sono. Dormir menos do que 7 horas por dia, fragiliza o organismo, descontrola as hormonas e enfraquece o sistema imunitário, que contribui para aumentar os níveis de stress. Quem tem doenças auto-imunes deve respeitar ainda mais o seu corpo e nunca abdicar de uma boa noite de sono, pois menos horas de sono podem despoletar crises de inflamação. Ter um horário de sono constante, com horas fixas para dormir e acordar, incluíndo ao fim-de-semana, contribuí para regular as nossas hormonas e para aumentar a sensação de bem-estar e felicidade.

3. COMER BEM

Enquanto dormimos o nosso corpo utiliza todas as reservas de vitaminas e minerais para regenerar o nosso organismo do desgaste diário que é a vida. Depois de passar uma noite inteira a dormir a primeira coisa que devemos fazer é hidratar o nosso corpo com um grande copo de água, e a seguir devemos comer uma refeição verdadeiramente saudável e nutritiva. A minha vida mudou completamente desde que comecei a comer sopas e saladas ao pequeno-almoço. Enquanto comia cereais com leite, ou pão e iogurtes, tinha sempre sono durante toda a manhã e não conseguia ser produtiva no meu dia-a-dia. A partir do momento em que comecei a comer ao pequeno-almoço, o mesmo que comia ao almoço, mas numa quantidade um pouco menor (pequeno-almoço como a própria palavra indica), nunca mais tive sono durante o dia. E desde que optei por uma alimentação mais saudável e nutritiva com alimentos de agricultura biológica, sinto muito mais energia, vitalidade e alegria para enfrentar o dia-a-dia.

4. SER GRATO

Acordar todos os dias é motivo suficiente para ser feliz. Acordar todos os dias numa cama, tomarmos um banho quente, termos comida para comer durante o dia e termos saúde para nos deslocar para o trabalho já é mais do que motivo suficiente para agradecer aquilo que temos. Quando passamos a vida a reclamar por aquilo que não conseguimos ter, por não termos dinheiro para viajar para Bora-Bora, por não termos dinheiro para comprar um carro topo de gama, ou por não termos dinheiro para comprar um telemóvel XTPO ou a mala da moda, acabamos por nos esquecer daquilo que realmente importante, que é saúde, amor, comida e uma vida confortável, coisas tão simples que não damos importância mas que nem todos conseguem ter. Ter uma atitude de gratidão para com a vida melhora o nosso bem-estar emocional e a nossa saúde física.

5. PRATICAR EXERCÍCIO FÍSICO

Exercitar o corpo diariamente, nem que seja apenas 30 minutos por dia numa caminhada, a dançar sozinho em casa, ou num desporto de baixo impacto como o yoga, providencia oxigênio para o corpo e para o cérebro, que nos transmite uma sensação única de saúde e bem-estar. E quando nos sentimos bem e saudáveis, conseguimos encarar a vida com outra força e sentimos-nos mais felizes.

6. CULTIVAR APENAS AS BOAS RELAÇÕES

Nem todas as relações são saudáveis e nem todas as relações nos fazem bem. Quer sejam relações amorosas, de família ou de amizade, se um relacionamento com alguém nos deixa miseráveis e infelizes, a atitude mais correcta a tomar pela nossa saúde física, mental e emocional é cortar relações com essa pessoa ou relacionar o mínimo indispensável com essa pessoa.
Por outro lado, devemos cultivar ao máximo todas aquelas relações que nos fazem sentir bem e felizes. Dizer “amo-te“, “adoro-te” ou “gosto de ti” não serve só para relacionamentos amorosos. Todos nós gostamos de saber o quanto somos importante para a vida de alguém, por isso deixem a vergonha de lado, e não tenham medo de dizer várias vezes o quanto gostam da avó emprestada, do amigo impecável ou da tia espetacular!

7. FAZER UMA COISA DE CADA VEZ

Quando temos uma tonelada de coisas para fazer, queremos sempre fazer tudo ao mesmo tempo, e quando fazemos mais do que uma coisa de cada vez, acabamos sempre por fazer alguma coisa mal! Fazer uma coisa de cada vez, permite-nos concentrar totalmente em cada tarefa, fazendo cada tarefa com mais qualidade e atenção, evitando erros, perdas de tempo e frustações. Menos é mais!

8. PERGUNTAR MAIS E OUVIR MAIS

Hoje em dia as pessoas culpam a falta tempo para justificar a falta de interesse na vida daqueles que nos são próximos. Existem pais que trabalham tanto para ter dinheiro para sustentar a casa e a família que nem sabem qual a cor, brincadeira ou comida favorita dos filhos. Existem casais que fazem tanta coisa diferente que nem sabem quais os gostos, preferências ou opiniões das pessoas com que dormem todos os dias. A falta de interesse nas pessoas da nossa própria família ou no próprio casal só pode gerar infelicidade e tristeza. E que tal desligar a televisão e aproveitarmos o tempo das refeições para nos interessarmos mais pela vida das pessoas com que partilhamos a casa?

9. APRENDER A DIZER NÃO

Tentar fazer tudo ou dizer sempre que sim a tudo para agradar os outros, normalmente significa fazermos coisas que na realidade não queremos fazer. E por muito que achem que estão a fazer bem porque não querem magoar os outros, as caras de “frete” que algumas pessoas fazem quando estão a fazer algo apenas por obrigação, consegue ter consequências muito piores do que se tivessem dito que não. Dizer NÃO, não é uma coisa má. Dizer não quando não queremos fazer algo, é ser sincero e verdadeiro e não há nada melhor para oferecer aos outros do que a nossa total sinceridade. Quem diz verdade não merece castigo, e se alguém ficar magoado connosco porque dizemos não, quando não nos apetece fazer algo, é porque essa pessoa não se importa realmente com o nosso bem-estar e felicidade.

10. SORRIR MAIS

Está cientificamente comprovado que o simples acto de sorrir reduz o stress e estimula as hormonas da felicidade, aumentando a nossa sensação de bem-estar, até mesmo quando temos que nos esforçar e forçamos um sorriso bem amarelo! Por isso já sabem, mesmo quando não estão com vontade nenhuma de sorrir, continuem a praticar o sorriso amarelo, porque a prática leva à perfeição, ou neste casa a prática leva à felicidade!

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close