Biológico desde 1985

A Agrobio, Associação Portuguesa de Agricultura Biológica é a entidade responsável pelos primeiros passos da agricultura biológica em Portugal. Fundada em 1985, com a ajuda do técnico francês, Jean Claude Rodet, que já tinha trabalhado em agricultura biológica em França e que foi o grande impulsionador desta associação portuguesa, a Agrobio considera-se um polo agregador de pessoas de todas as faixas etárias e profissões, que têm em comum preocupações com a qualidade dos alimentos, a saúde, o ambiente e a defesa de uma prática agrícola mais sã. Esta instituição é uma organização não governamental, com estatuto de utilidade pública, que se assume com uma associação de agricultura, de defesa do ambiente e de defesa do consumidor.

Como associação de agricultura, a Agrobio defende o equilíbrio do mundo rural, pois a agricultura biológica respeita o equilíbrio da natureza e contribui para um ambiente saudável, logo o equilíbrio entre a agricultura e floresta, as rotações de culturas, permitem preservar um espaço rural para nós, para os nossos filhos e netos. A dignidade do agricultor é muito importante para esta associação de agricultura, e só a produção de agricultura em modo biológico permite revitalizar os meios rurais e restituir ao agricultor a dignidade e reconhecimento que lhe são merecidos, pelo seu papel de produtor de alimento, defensor dos ecossistemas agrícolas e de defensor da saúde humana. 

Como forma de garantir a defesa do meio ambiente a Agrobio preocupa-se com os solos, com a água e com a biodiversidade do meio ambiente.
Sendo o solo a base de toda a cadeia alimentar, a principal preocupação da agricultura biológica é a conservação e melhoria da fertilidade do solo. Como a agricultura biológica utiliza adubos naturais, a preservação da pureza da água que bebemos fica garantida e a Agrobio defende a diversidade das sementes e das variedades locais para fomentar a biodiversidade global dos ecossistemas agrícolas.

Para defender o consumidor, a Agrobio preocupa-se com a certificação dos produtos biológicos de modo a garantir o valor nutritivo dos alimentos, o sabor dos alimentos e defender a saúde do consumidor. 

EU_organic_farming_logo

Mercados para o consumidor, apoio para o produtor

Os mercados Agrobio são a forma mais directa que a população portuguesa tem de desfrutar do trabalho que esta associação tem feito pela divulgação, produção e comercialização de produtos da agricultura biológica em Portugal. Espalhados por todo o país os mercados Agrobio são um ponto de venda dos produtores biológicos locais, e para descobrirem qual o mercado mais próximo, basta clicar neste artigo sobre os mercados Agrobio

A agricultura biológica é um modo de produção de base preventiva, à qual se apresentam com frequência desafios técnicos a ultrapassar, e por esse motivo é indispensável o acesso a informação e apoio para garantir o sucesso das produções agrícolas. A Agrobio disponibiliza um serviço de apoio técnico especializado em agricultura biológica, destinado a profissionais.

O apoio técnico da Agrobio oferece ajuda acerca da fertilização, tratamentos para controlo de pragas e de doenças, técnicas de agricultura e aconselhamento na área da produção animal. Este serviço também pode prestar apoio burocrático para facilitar a resolução de problemas que possam existir entre o agricultor e o Estado, apoio na realização de candidaturas às Medidas Agro–Ambientais e apoio nos projectos de investimento ao abrigo do programa PRODER.

A Agrobio participa de vários projectos de investigação, experimentação e demonstração em agricultura biológica em feiras, encontros técnicos e científicos, em parceria com instituições nacionais e estrangeiras, estabelecendo desta forma contactos comerciais e institucionais, que poderão ser úteis para os associados Agrobio. 

agrobio_1Agricultura biológica para todos

A Agrobio dinamiza desde 1985, diversos eventos onde tem promovido o movimento da agricultura biológica nacional, de entre os quais se destacam: a feira Terra Sã, diversos encontros, seminários e conferências.
As publicações são outra ferramenta que a Agrobio utiliza para a promoção e divulgação da agricultura biológica em Portugal. A revista “A Joaninha”, o boletim “Infobio”, a newsletters “Biofactos” e “O Quintal Bio”, são algumas das publicações desta associação. 

Pioneira na formação em agricultura biológica em Portugal, a Agrobio oferece um leque diversificado de cursos e formação profissional em agricultura biológica e educação ambiental. Para além disso, tem estabelecido proactivamente parcerias com instituições locais e promove acções de sensibilização para a agricultura biológica em diversos pontos do país.

A Agrobio presta ainda um serviço de apoio à produção familiar, aos associados detentores de pequenos espaços de cultivo de alimentos para consumo próprio e familiar, através do boletim “O Quintal Bio”, cujo objectivo é retomar a troca de experiências, indicar soluções caseiras e dar resposta às muitas questões que surgem da parte dos nossos associados “hortelãos”.

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close