Alimentos da época: Janeiro

Janeiro é o primeiro mês do ano, é o primeiro mês de inverno e é um mês muito frio e muito verde. Os campos estão completamente verdes e as hortas estão carregadas de verdes: muitas couves, muitas ramas e muitas folhas verdes. Janeiro não é um mês de muitas novidades mas é certamente um mês de muitas frutas e legumes super-saudáveis!

Janeiro é o mês para nos protegermos de gripes e constipações com as deliciosas clementinas e tangerinas, aquecermos de forma deliciosa com uma sopa cremosa de nabiças, acelgas ou agriões e apreciarmos sabores diferentes como a raiz de aipo ou aipo-bola.

Pode parecer estranho estar a falar sobre estes alimentos que vocês já encontram nos supermercados à tanto tempo, mas quando falo no mês em que aparecem os alimentos, refiro-me a alimentos provenientes de agricultura biológica, que respeitam o ciclo natural de cultivo e colheita do alimento, pelo bem da saúde do planeta e de todos nós.

Por isso aqui fica uma lista de todos os alimentos disponíveis de Janeiro, com destaque para os alimentos mais recentes, mais interessantes ou mais diferentes deste mês.

1. ACELGAS

As acelgas são da família dos espinafres e são igualmente nutritivas e saborosas. Mas eu prefiro as acelgas porque são mais doces, menos ácidas e são muito mais fáceis e rápidas de arranjar. Se ainda não provaram acelgas, deliciem-se com este esparguete de batata-doce e pesto de acelgas, e estes rolinhos de acelgas.

2. AGRIÃO

O agrião em Portugal praticamente só tem destaque na sopa, mas na cozinha do Di-Frent o agrião é muito utilizado cru, em saladas e em sumos. Fresco, ligeiramente picante e muito nutritivo, o agrião é excelente para fazer uma salada rápida para um almoço apressado. Combinem esta delicia da natureza com abacate, sumo de laranja e coentros!

3. AIPO

janeiro_4

Fresco e aromático, o aipo continua a perfumar o nosso inverno em 2 versões diferentes: folhas de aipo e raiz de aipo. A raiz de aipo ou aipo bola é um alimento ainda pouco utilizado na culinária portuguesa, mas já está na altura de se tornar num substituto mais fresco e mais delicioso da nossa tradicional batata. Saibam tudo sobre a raiz de aipo neste artigo do Di-Frent e deliciem-se com uma sopa cremosa de raiz de aipo, uns raviolis de aipo bola ou uns palitos de aipo bola fritos em azeite. 

4. ALHO-FRANCÊS

Essencial em quase todas as casas em Portugal, o alho-francês é quase tão importante como o alho e a cebola na cozinha portuguesa. Versátil e delicioso deliciem-se com esta receita de alho-francês à brás.

5. BETERRABA

As beterrabas são a minha paixão! Deliciosas em qualquer altura do ano, neste mês de Janeiro tão frio aqueçam-se com esta sopa de beterraba, trinquem estes chips de beterraba e deliciem-se com este pão pita de beterraba e estes brownies de cacau e beterraba. Se encontrarem beterrabas amarelas não percam a oportunidade de fazer um sumo delicioso de beterraba, cenoura e tangerina e não mandem as ramas de beterraba para o lixo. Mais receitas de beterrabas aqui.

6. CLEMENTINA

A clementina é simplesmente a minha fruta de inverno favorita! Fresca, aromática, doce, deliciosa e com a acidez perfeita, a clementina é a sobremesa perfeita para terminar os almoços deste mês. Rica em vitamina C, aproveitem para se deliciarem com clementinas e para se protegerem das gripes e constipações.

7. COUVE-CHINESA

A couve chinesa está na lista das couves para quem não gosta de couves! Esta couve tem um sabor muito mais leve, mais suave e mais delicado do que as tradicionais couves portuguesas, e também tem muito menos fibra, o que torna esta couve no alimento perfeito para quem tem o intestino mais sensível mas quer desfrutar de todos os benefícios nutricionais das couves.

8. MIZUNA

A mizuna também é conhecida como couve japonesa, é a alternativa perfeita à rúcula. Pode ser consumida crua em saladas ou em caldos mas descubram tudo sobre esta hortaliça super poderosa e super poderosa neste artigo do Di-Frent

9. NABOS E NABIÇAS

Se não apreciam o sabor amargo dos nabos e das nabiças, experimentem esta variedade de nabo branco, pois é muito menos amargo e muito mais delicioso que o nabo branco e roxo tradicional. As folhas deste nabo, mais conhecidas em Portugal por nabiças, não picam, não são amargas e são incrivelmente deliciosas. Doces, ligeiramente ácidas e ligeiramente picantes, as nabiças de nabo branco são perfeitas em sopas e em salteados deliciosos e nutritivos.

10. TANGERINA

As tangerinas são muitas vezes confundidas com as clementinas mas as tangerinas são maiores, têm a casca mais grossa e têm mais caroços. A nível de sabor as tangerinas são ligeiramente mais ácidas e mais amargas do que as clementinas mas são igualmente saborosas e ricas em vitamina C.

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close