Março é o mês da primavera o que significa que os dias vão começar a ficar mais quentes e as hortas vão começar a ter outros legumes que não sejam couves. Os alimentos do mês de março são coloridos, têm texturas e tamanhos muito diferentes e são ricos em vitamina C e fibra. Março é um mês de algumas novidades mas também é um mês para reencontrar velhos favoritos.

Pode parecer estranho estar a falar sobre estes alimentos que vocês já encontram nos supermercados à tanto tempo, mas quando falo no mês em que aparecem os alimentos, refiro-me a alimentos que respeitam o ciclo natural de cultivo e de colheita do alimentos, pelo bem da saúde do planeta e de todos nós.

Por isso aqui fica uma lista dos legumes e das frutas mais recentes, mais interessantes ou mais diferentes deste mês.

Legumes de março

1. ERVILHAS

As ervilhas congeladas são muito boas, mas as ervilhas frescas são ainda melhores. As ervilhas são uma fonte de fibra deliciosa, mas também são ricas em vitamina C, para prevenir as gripes com este tempo maluco. Também têm vitamina K que ajuda a fortalecer ossos e articulações e têm betacaroteno e luteína para fortalecer a visão.

2. BETERRABA

As beterrabas são a minha paixão! Um dos alimentos mais detox do universo, as beterrabas têm poderosos anti-oxidantes que ajudam o fígado a funcionar correctamente e a expulsar todas as toxinas. Ricas em vitaminas do complexo B e combinadas com o seu teor em ferro, ajudam a ter mais energia para combater anemias e cansaços. Deliciosas em qualquer altura do ano, neste mês de Março aqueçam a alma com esta sopa de beterraba, trinquem estes chips de beterraba e deliciem-se com este pão pita de beterraba ou estes brownies de cacau e beterraba. Mas não mandem as ramas de beterraba para o lixo. Mais receitas de beterrabas aqui.

3. ESPARGOS

O espargo tem adquirido cada vez mais fãs em Portugal devido à sua textura suculenta e ao seu sabor único. Mas o que muitos de vocês não sabem é que o espargo tem imensas propriedades desintoxicantes e está carregado de anti-oxidantes. Os espargos contêm inulina, um prebiótico que auxilia a um bom equilíbrio da flora intestinal e contêm ácido aspártico que neutraliza o excesso de amoníaco presente no nosso organismo, evitando o cansaço e a fadiga.

4. BRÓCOLOS

Esta pequena árvore verde que aparece nos nossos pratos regularmente é sem sombra de dúvidas um super-alimento. É riquíssimo em vitamina C e em fibra e há estudos que indicam que pode bloquear o crescimento de células cancerígenas. Pode ser consumido cru ou cozinhado e se querem receitas deliciosas para consumir este super-herói da natureza no Di-Frent temos sopas, molhos e até bolos com brócolos. Comecem com este aveludado creme de brócolos, petisquem uma salada de brócolos, sigam para um “esparguete” de abóbora com molho de brócolos e coentros, e terminei com uma fatia de bolo salgado de brócolos e atum.

5. BATATA-NOVA

Um dos alimentos mais utilizados na gastronomia portuguesa, a batata é uma fonte surpreendente de vitamina C, potássio, fibra e vitaminas do complexo B. Contudo este alimento tão português começou a ser colocado de lado nas dietas mais recentes, porque tem um elevado indíce glicémico que faz subir o nível de açúcar no sangue. No entanto a batata contém triptofano, um aminoácido com propriedades sedativas naturais que pode ajudar a ter uma noite de sono mais descansada. E é por esta razão que ficamos com a famosa moleza depois do almoço.

6. ALHO FRANCÊS

Outro alimento essencial em quase todas as casas em Portugal, o alho-francês é quase tão importante como o alho e a cebola na cozinha portuguesa. Versátil e delicioso, o alho francês estimula o apetite mas também é diurético e levemente laxante. Aqui no Di-Frent somos fãs do alho-francês à brás.

7. ACELGAS

As acelgas são da família dos espinafres e são igualmente nutritivas e saborosas. Mas eu prefiro as acelgas porque são mais doces, menos ácidas e são muito mais fáceis e rápidas de arranjar. Se ainda não provaram acelgas, deliciem-se com este esparguete de batata-doce e pesto de acelgas, e estes rolinhos de acelgas.

8. COUVES-DE-BRUXELAS

As couves-de-bruxelas são juntamente com a beterraba um dos alimentos mais odiados no que diz respeito ao mundo dos vegetais. Eu adoro couve-de-bruxelas e lembro-me de ser pequena e pedir à minha mãe para me fazer estas couvinhas tão fofinhas para acompanhar peixe cozido com batatas. Mas como sei que nem todos gostam da sua textura mole e esponjosa, experimentem cozê-las a vapor primeiro e depois assar no forno até ficarem crocantes! Ficam irresistíveis!

9. ROMANESCO

Se ainda não conhecem esta obra de arte da natureza, descubram tudo sobre o romanesco neste artigo. Filho de um brócolo e de uma couve-flor, o romanesco é ainda mais saboroso que o brócolo e tem uma textura cremosa assim como a couve-flor. Com um sabor doce e com um travo a avelã, o romanesco pode ser consumido cru, mas fica delicioso nesta receita de pastéis saudáveis no forno. 

10. CEBOLINHA

A cebola nova é mais doce, mais sumarenta, menos ácida e faz chorar muito menos. Perfeita para comer crua em saladas ou entradas, aproveitem a época das cebolas novas para fazer pratos leves e frescos para os dias quentes de primavera.frutas_epoca_mes_marco

Frutas de março

1. LIMÕES

Para mim os limões são o super-alimento mais poderoso do mundo. Um alimento essencial para fazer a minha bebida especial anti-dores menstruais, o limão é tão poderoso, tão útil e tão multifacetado que tive que fazer um artigo inteiro dedicado a esta maravilha da natureza. Vale a pena ler este artigo sobre os super-poderes do limão. 

2. LARANJAS

A laranja não é assim tão rica em vitamina C como costumam anunciar, mas o seu sabor e a sua frescura são únicos. São um item essencial na minha cozinha para temperar carne e peixe e são o elemento chave para a minha especialidade na área da pastelaria: um creme pasteleiro de laranja que torna todos os bolos viciantes! Comprovem a maravilha deste creme neste original bolo verde de couve kale.

3. TANGERINAS

As tangerinas são muitas vezes confundidas com as clementinas mas as tangerinas são normalmente maiores, têm a casca um pouco mais clara e têm mais caroços. A nível de sabor as tangerinas são ligeiramente mais ácidas e mais amargas do que as clementinas mas são igualmente refrescantes e ricas em vitamina C.

4. KIWI

O kiwi é uma verdadeira bomba de vitamina C, auxilia na digestão ainda contêm fibra que ajuda ao bom funcionamento dos intestinos. Fresco e delicioso, o kiwi fica perfeito em saladas, simplesmente descascado ou neste fantástico bolo de kiwi e mel.  e s

5. CLEMENTINA

A clementina é simplesmente uma das minha frutas favorita! Fresca, aromática, doce, deliciosa, a clementina é a sobremesa perfeita para terminar os almoços deste mês. Rica em vitamina C, aproveitem para se protegerem das gripes e constipações na forma mais portátil e prática.

Todos os alimentos do mês de março

todos_alimentos_epoca_mes_marco

1

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close