Bolo com ingredientes naturais

Quando comecei a fazer uma Dieta Paleo foi muito fácil abdicar dos bolos com farinha. Como sou celíaca já não consumia farinhas com glúten à alguns anos e como sou uma apaixonada por agricultura biológica, foi fácil substituir a farinha por alimentos mais ricos e nutritivos como amêndoas, nozes ou avelãs.

Um dos meus bolos favoritos é sem dúvida o bolo de gila e amêndoa da minha avó Luísa. E foi nesse fantástico bolo, denso, húmido e delicioso que eu me inspirei quando a quinta para a qual desenvolvo receitas, a Quinta da Pedra Brancame desafiou para fazer um bolo com tângeras.

Tângera ou tangerina?

Durante muito tempo pensei que tângera fosse uma abreviação ou um outro nome para tangerina. Na aldeia onde eu cresci todos chamam japoínas às nêsperas e pêssegos carecas às nectarinas, por isso nunca pesquisei muito sobre os nomes diferentes das frutas.

Mas desde que comecei a trabalhar na área da culinária, todas as informações são preciosas para transformar as frutas e legumes em receitas super deliciosas!

A tângera é um cruzamento entre um tangerina e uma toranja. De tamanho maior que uma tangerina, tem o sabor adocicado da tangerina mas continua a ter um pouco de acidez da toranja. E é por isso que este bolo é tão delicioso! A doçura do mel e a intensidade da amêndoa são delicadamente equilibrados com a acidez da tângera.

Um bolo rico, reconfortante e aromático que faz lembrar o bolo da minha avó. E se não encontrarem tângeras podem substituir por tangerinas, clementinas ou até mesmo laranjas. Só não se esqueçam de  reduzir um pouco a quantidade de mel.

Bolo de amêndoa e tangera com calda de mel

4 pessoas | 60 minutos  | Fácil
COM OVOS | COM FRUTOS SECOS | PALEO | SEM GLÚTEN | SEM LACTOSE | SEM SOJA |

INGREDIENTES

BOLO
250 g de amêndoa moída
100 g de açúcar de coco ou açúcar de cana integral
sumo e raspa de 3 tângeras
+ 3 gemas
3 claras
3 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de fermento
1 colher de sopa de extracto de baunilha

CALDA
+ 4 colheres de sopa de mel duro (mel de laranjeira ou rosmaninho) 
+ sumo de 2 tangeras

INSTRUÇÕES

1. Bater as gemas com o açúcar até ficar um creme fofo e esbranquiçado. Adicionar o azeite, a baunilha, o sumo e a raspa das tângeras e misturar bem.
2. Adicionar a amêndoa e o fermento e misturar bem até ficar uma mistura homogénea.
3. Bater as claras em castelo e envolver suavemente na massa. Colocar a mistura numa forma forrada com papel vegetal, levar ao forno a 180ºC durante 60 minutos ou até espetar um palito e sair limpo.
4. Ferver o mel e o sumo de tangera numa panela durante 20 a 30 minutos, até a mistura reduzir e em calda. Colocar a calda quente sobre o bolo frio.

Receita elaborada com ingredientes da Quinta da Pedra Branca
2

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close