A couve kale frisada (Brassica oleracea var. sabellica) é uma variedade de couve de folhas, que ganhou imensa popularidade nos Estados Unidos nos últimos anos. Considerada como um super alimento, esta folha de couve super frisada, que mais parece que foi ao cabeleireiro fazer uma permanente, é mais um alimento da família das Brassicaceae ou crucíferas, a família vegetal com mais super-poderes nutricionais e medicinais da qual também fazem parte os nabos, as mostardas, as mizunas, os bróculos e as couves-flor.
Este tipo de couve ainda não é muito conhecido em Portugal, mas as couves são um dos alimentos mais cultivados nos países mediterrânicos. As couves são consumidas desde a pré-história, e na época dos Romanos, à cerca de 4000 atrás, era tradição consumir-se muita couve em dias de ressaca, provando que os romanos já sabiam tudo sobre os benefícios de consumir este tipo de alimentos.

A couve kale frisada é a couve perfeita para quem não gosta daquele sabor amargo típico das couves, porque o seu sabor é mais suave e subtil. Com apenas um ligeiro sabor a couve, esta couve é a opção ideal para usufruir de todos as propriedades nutricionais e terapêuticas da família das couves, sem ter que sentir aquele sabor amargo tradicional das couves mais utilizadas em Portugal.
Esta couve pode ser consumida crua em saladas, sumos ou pestos, pode ser salteada, pode ser assada no forno para fazer umas chips, pode ser cozinhada em sopas, em estufados ou ser simplesmente cozida em água ou a vapor.

Esta variedade de couve é campeã nas vitaminas e minerais: doses industriais de vitamina A, vitamina C e mais uma tonelada de vitamina K, juntamente com uma boa dose de folato, vitamina B6, manganês, potássio, magnésio, fazem desta couve uma excelente aliada para fortalecer os ossos, estimular o sistema imunitário e equilibrar o sistema nervoso. Mas esta couve não fica por aqui: cheia de anti-oxidantes que actuam como anti-inflamatórios, esta couve ainda é rica em indóis, substâncias naturais que têm um efeito anti-estrogénico que ajudam a regular as hormonas, e as suas propriedades desintoxicantes fazem desta couve é uma óptima opção para sumos detox

Disponibilidade

Todo o ano.

Escolher e conservar

Escolher as folhas de couve kale frisada sem pontas amarelas ou castanhas. As folhas mais pequenas são mais macias e têm um sabor mais suave, enquanto que as folhas maiores são mais duras e de sabor mais acentuado. A couve kale frisada conserva-se no frigorífico num saco de plástico até 4 a 5 dias, mas pode aumentar o seu sabor amargo, logo é preferível consumir o mais rapidamente possível

Preparação

Retirar as folhas da haste grossa com a mão ou uma faca. Lavar bem as folhas para retirar as impurezas.

Como cozinhar

A couve kale frisada pode ser consumida crua, em saladas, sumos ou em pestos, pode ser cozinhada em sopas e estufados, pode ser cozida, e pode ser salteada ou assada no forno.

COZER OU ESTUFAR: 6 minutos
COZER A VAPOR: 6 – 8 minutos
SALTEAR: 5 minutos
ASSAR NO FORNO: 15 minutos

1

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close