Salada na sopa?

As sopas quentes aquecem o corpo e a alma no inverno, e as saladas refrescam e hidratam o corpo no verão. Mas apesar dos dias estarem mais frios não devemos deixar de comer salada, assim como quando aparecem novamente os dias mais quente não devemos deixar de comer sopa.

As saladas de folhas verdes são muitas vezes esquecidas nos dias mais frios, e assim perdemos a oportunidade de nutrir o nosso corpo, com os todos os benefícios das folhas verdes.

A rúcula passa muitas vezes despercebida no meio das saladas, mas é a principal responsável por aquele sabor amargo, que tanto se estranha e vicia ao mesmo tempo. Esse sabor amargo é devido à presença de glicosinolatos, substâncias que auxiliam o fígado a desintoxicar o nosso corpo de toxinas. Rica em vitaminas A e C, cálcio e ferro, a rúcula ainda contém ómega 3, por isso parece-me ser uma boa aposta para enriquecer uma taça de sopa.

O doce e o amargo na mesma colher

A maneira mais prática e criativa que encontrei para aqueles dias gelados, em que um prato cheio de salada não me parece muito apelativo, é basicamente fazer uma sopa quente, lavar umas folhinhas de rúcula e colocá-las directamente na sopa.

O sabor ligeiramente picante e amargo da rúcula crua, contrasta com o sabor mais doce da sopa e com o tempero das especiarias, que me aquecem a alma e nutrem o corpo, numa sintonia perfeita.

Esta solução é perfeita para comer duplamente bem, uma taça de sopa e uma mini salada. Nutrição rápida, fácil e prática para aqueles dias de preguiça em que não queremos perder muito tempo na cozinha.

Creme de alho francês, batata e rúcula

4 pessoas | 40 minutos | Muito fácil
SEM GLÚTEN | SEM LACTOSE | SEM SOJA | SEM OVOS | SEM FRUTOS SECOS

INGREDIENTES

+ 4 alhos franceses pequenos
3 batatas
1 maçã pequena
1 cebola
2 dentes de alho
folhas de rúcula selvagem
azeite, sal e pimenta q.b

OPCIONAL: 1/2 colher de chá de noz-moscada e 1/2 colher de chá de sementes coentros moídas

INSTRUÇÕES

1. Cortar a parte branca dos alhos franceses às rodelas e lavar muito bem em água corrente. Refogar os alhos franceses, com a cebola cortada às rodelas e os dentes de alho, numa panela com um pouco de azeite.
2. Descascar as batatas e a maçã, cortar aos cubos, juntar ao refogado de alho francês e deixar refogar durante 5 minutos. Adicionar água, temperar com sal e as especiarias e deixar cozinhar.
3. Quando os legumes estiverem cozinhados, triturar muito bem com a ajuda de uma varinha mágica, temperar com pimenta e juntar folhas frescas de rúcula selvagem.

Receita elaborada com ingredientes da Quinta da Pedra Branca

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close