Esparguete de batata-doce com pesto de acelgas

Esparguete de batata-doce com pesto de acelgas

Pasta e pesto: Oh bella italia!

Gostam de pesto? Ainda não conheci ninguém que não gostasse de pesto. Eu amo pesto! Amo tanto que tenho várias receitas diferentes e nem todas levam o tradicional mangericão. O mangericão é uma erva que pode ter alguma timidez de crescer com o tempo mais frio e não dá para esperar para fazer aquele molho verde tão cremosinho só quando o mangericão está disponível. Eu tenho receitas de pesto de coentros, de salsa, de rúcula, de espinafres e também tenho uma receita deliciosa com as minhas tão queridas e docinhas acelgas.

As acelgas são as primas práticas dos espinafres, porque são da família dos espinafres, mas não dão aquela trabalheira gigantesca a arranjar. É só arrancar o caule do meio e já está! Têm um sabor semelhante aos espinafres mas mais muito doce, e também são ricas em ferro, magnésio, sódio, iodo, cálcio, vitamina A e folato.

É sem glúten e sem lactose por favor!

Para os fãs da pasta ou da massas, mas que por alguma razão da vida têm que optar por escolhas alternativas, o espiralizador é a prenda perfeita. O espiralizador transforma quase todos os vegetais que podemos imaginar num “esparguete” saudável num abrir e fechar de olhos. Batatas, cenouras, pastinacas, nabos, courgettes, pepinos, beterrabas e até os talos dos brócolos são transformados num “esparguete” delicioso, sem glúten, sem cereais, sem ovos, sem frutos secos, sem nada! Só com as vitaminas e minerais de cada alimento!

Para aqueles que acham que é impossível substituir a sensaborona e anti-nutricional pasta de trigo por uma alternativa vegetal nutritiva e deliciosa, gostava que experimentassem um “esparguete” de batata-doce. É o que costumo oferecer quando tenho convidados em casa que seguem uma alimentação mais tradicional e não são adeptos de dietas mais alternativas. Quando os pratos vão para a mesa acham que é uma pasta normal com um pesto normal e quando experimentam a comida, sentem uma explosão de sabores diferentes que nada tinha a ver com aquilo que imaginavam.

O esparguete mais docinho que alguma vez experimentaram com um pesto delicioso que até pode ter um toquezinho a queijo parmesão, com a ajuda da levedura nutricional.
A levedura nutricional é um alimento sem glúten e sem lactose, composto por leveduras enriquecidas com melaço e fermentadas, que como o nome indica tem vários nutrientes, principalmente vitaminas e minerais. O facto de ser fermentada deixa a levedura com um aroma e um sabor subtil a queijo parmesão, o que a torna perfeita para fazer pestos sem lactose.

Esparguete de batata-doce com pesto de acelgas

4 pessoas | 15 minutos | Fácil
COM FRUTOS SECOS | SEM GLÚTEN | SEM LACTOSE | SEM SOJA |  SEM OVOS

INGREDIENTES

+ 4 batatas doces médias
+ 200 g de acelgas
+ 3 dentes de alho
+ 120 g de cajus naturais
+ 1 colher de sopa de oregãos frescos picados
+ 1 colher de café de flor de sal
+ 180 ml de azeite
+ 1 colher de sopa de sumo de limão
2 colheres de sopa de levedura nutricional (opcional)

INSTRUÇÕES

1. Lavar e descascar as batatas doces. Com a ajuda de um espiralizador fazer esparguete de batata-doce. Quem não tiver espiralizador pode utilizar o descascador de legumes para fazer tiras finas de batata-doce e com uma faca muito afiada, cortar a batata-doce em tiras muito finas, com um grossura semelhante ao do esparguete. Cozer o esparguete de batata-doce em água a ferver, temperada com sal durante 5 a 7 minutos, retirar do lume, passar por água fria, escorrer bem e reservar.
2. Lavar as folhas de acelgas e secar as folhas com papel absorvente. Colocar as folhas de acelgas e os restantes ingredientes no robot de cozinhar e processar.
3. Servir o esparguete com o pesto de acelgas e com umas folhas de oregãos frescos por cima.

Receita elaborada com ingredientes da Quinta da Pedra Branca

Share This Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ou clicar nas palavras abaixo