Maio mês das favas

As favas são daqueles alimentos tradicionais portugueses que ou se ama ou se odeia. Durante anos não suportei favas e recusava-me a comê-las. Não gostava do sabor, achava muito forte e as únicas alturas em que comia favas era quando a minha mãe lhes retirava as peles e as colocava às escondidas numa sopa bem triturada. Portanto só comecei a comer favas assumidamente quando já era adulta e já estava a trabalhar, e uma colega de trabalho me deu a provar favas com coentros. A-D-O-R-E-I! Fiquei maravilhada!

Em vez das famosas favas com chouriço, comecei a fazer várias receitas diferentes de favas com coentros e nunca mais me consegui livrar desta combinação mágica que me sabe tão bem e me faz esperar o ano todo ansiosamente pelo mês de Maio, o mês das minhas tão queridas favas. Fiquei tão viciada em favas que comecei a experimentar outras receitas de favas, mesmo sem coentros, incluindo as tradicionais favas com chouriço, favas com entrecosto ou até puré de favas.

Favas do outro lado do Mediterrâneo

Quando ainda não sabia que tinha a doença celíaca e enquanto podia comer fora sem restrições, aproveitei para experimentar vários tipos de comidas do mundo diferentes. Adoro comidas japonesas como sushi e tempura, mas nunca gostei muito de comida chinesa, e o picante das restantes cozinhas orientais fizeram me querer experimentar culinárias de outras partes do mundo.

Depois de muito experimentar cheguei à conclusão que as minhas papilas gustativas preferem os sabores das comida dos países do Mediterrâneo, e então experimentei tudo o que consegui experimentar das cozinhas italianas, gregas, turcas e libanesas.

Agora que já não posso me aventurar para comer fora como antigamente, aventuro-me em casa a descobrir novos pratos e a recriar os sabores que um dia consegui provar. E estes falafels de favas e alho-francês sem farinhas e sem complicações foram a invenção perfeita para me levar novamente para os sabores quentes e deliciosos do nosso mar Mediterrâneo.

Falafels no forno de favas e alho-francês

4 pessoas | 45 minutos  | Trabalho q.b.
COM OVOS | SEM GLÚTEN | SEM LACTOSE | SEM SOJA | SEM FRUTOS SECOS

INGREDIENTES

+ 400 g de favas
+ 2 alhos franceses
+ 1 ovo
+ 1 colher de chá de sementes de coentros em pó
+ 1 colher de chá de cominhos
+ 1 colher de chá de cebola desidratada moída
+ 1 colher de chá de alho desidratado moído
+ 1 colher de chá de tomilho em pó
+ 1 colher de chá de pimenta
+ 1 colher de chá de sal
+ sementes de sésamo q.b.

INSTRUÇÕES

1. Cozer as favas em água a ferver temperada com sal durante 7 minutos. Escorrer muito bem as favas e deixar arrefecer um pouco. Pelar as favas e reduzir a puré com a ajuda de um garfo.
2. Lavar a parte branca dos alhos franceses, cortar às rodelas, colocar num processador de cozinha juntamente com o ovo, e processar até ficar em creme.
3. Adicionar o creme de alho francês cru ao puré de favas, juntar as especiarias e misturar muito bem.
4. Formar os falafels com as mãos, polvilhar com sementes de sésamo e colocar num tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal. Assar no forno a 225ºC durante 25 a 30 minutos.

Receita elaborada com ingredientes da Quinta da Pedra Branca

2

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close