A MONSANTO é a empresa multinacional de agricultura e biotecnologia, líder mundial na produção do herbicida glifosato, vendido sob a marca Roundup, que foi denunciado pelo Bastonário da Ordem dos Médicos, por provocar cancro, doença celíaca e outras doenças. A MONSANTO também é maior o produtor de sementes geneticamente modificadas  ou seja transgênicos, e se não sabem muito bem qual o problema dos trangénicos, descubram tudo neste artigo sobre a agricultura biológica.

A MONSANTO foi fundada em Saint Louis, Missouri, em 1901, pelo farmacêutico John Francis Queeny. Em 1919, a MONSANTO fundou uma filial na Europa para produzir vanilina, a forma artificial do aroma de baunilha mas também fabricava ácido salicílico, aspirina, borracha e ácido sulfúrico.

Nos anos 40 a MONSANTO tornou-se umas das principais fornecedoras de plástico, incluindo polietileno e fibras sintéticas, mas também criou outros produtos como vários herbicidas;  o DDT – agente laranja – um pesticida usado na Guerra do Vietnam com efeitos cancerígenos; e o aspartame, o adoçante artificial utilizado nos pacotinhos de adoçante para o café, que ainda hoje é objecto de estudo de vários cientistas que afirmam que pode provocar cancro e outras doenças.

Um dos maiores problemas actuais relativamente aos produtos da empresa MONSANTO são os OGM, Organismos Geneticamente Modificados, que são as sementes geneticamente modificadas, ou seja os transgénicos. Muitos cientistas alegam que os alimentos geneticamente modificados não só destroem a saúde do planeta e o equilíbrio dos ecossistemas, como também podem causar várias alergias, inflamações, doenças e até mesmo cancro. Os alimentos geneticamente modificados mais cultivados são a soja, o milho, e o algodão, e em Portugal já temos várias culturas de milho geneticamente modificado.
Um outro produto da MONSANTO, os herbicidas de glifosato, marca Roundup, que são utilizados em Portugal pelas câmaras municipais, já têm sido responsabilizados por uma série de casos de doenças, desde infecções na pele, doença celíaca e até cancros, em agricultores ou pessoas que tiveram contacto com o produto por via directa ou indirecta.

STOP Monsanto

No próximo dia 21 de Maio, este sábado, celebra-se o Dia da Marcha Global contra a MONSANTO, organizado a nível mundial por pessoas que lutam contra esta empresa, e que querem impedir que esta empresa continue a prejudicar a saúde das pessoas e do planeta.

Antecedendo a marcha contra a MONSANTO no dia 21 de Maio, organizado pela organização Tribunal MONSANTO, realizar-se-á, às 15h, no espaço CES-Lisboa ( Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118) uma conversa entre activistas e académicos sobre o impacto social e ecológico da MONSANTO em Portugal , com o intuito de identificação de um caso a ser apresentado ao Tribunal.

Ás 18h, após a conversa, realiza-se então a marcha contra a MONSANTO, junto ao Parque Eduardo VII onde se seguirá um concerto , temperado com acepipes cultivados e cozinhados sem tóxicos.

O Di-Frent irá participar nesta marcha! E vocês?

Para mais informações visitem:

Site: http://www.monsanto-tribunalp.org/
Facebook: https://www.facebook.com/events/238814663144273/

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close