A couve italiana

A couve toscana também é uma especialidade da cozinha camponesa italiana. Esta couve com folhas de cor verde muito escuro, irmã da famosa couve kale frisada, é uma couve que sabe menos a couve do que as nossas couves portuguesas, mas continua a ter o seu carácter de couve. A couve toscana tem todos os benefícios das couves mas com um sabor um pouco mais suave, o que faz desta couve a opção mais indicada, para aqueles pratos em que queremos adicionar uma montanha de nutrientes, vitaminas e minerais, mas ainda assim deixar outros elementos da receita brilhar mais.

Um casamento perfeito

“Ah então mas afinal o que tem de tão especial, uma couve que não sabe tanto a couve?”

Eu respondo: a couve toscana faz parte da família de couves com mais proteína e também está cheinha de ferro, cálcio, vitamina A, vitamina K ómega 3! E ainda tem anti-oxidantes!
Para mim é simplesmente a couve perfeita para acompanhar o nosso tão característico e famoso bacalhau, porque são 2 sabores fortes que se complementam e fundem na perfeição.

E ficam tão bonitos juntos! São o casal perfeito não são?

Medalhões de bacalhau, batata e couve toscana

4 pessoas | 1 hora | Trabalho q.b.
SEM GLÚTEN | SEM LACTOSE | SEM SOJA | SEM FRUTOS SECOS | SEM OVOS

INGREDIENTES

+ 4 batatas grandes
+ 1 cebola
+ 150 gr de couve toscana
+ 2 postas grandes de bacalhau
+ 1 molho pequeno de salsa
+ azeite e sal q.b

INSTRUÇÕES

1. Lavar a couve-toscana, retirar os talos grossos e cortar em pedaços. Cozer a couve numa panela com água e sal ferver durante 10 minutos. Escorrer a couve e reservar.
2. Lavar e descascar as batatas. Cortar em pedaços e cozer numa panela com água e sal durante 20 minutos. Escorrer muito bem as batatas e reservar.
3. Cozer o bacalhau, desfiar e reservar.
4. Picar as cebolas em pedaços pequenos. Numa frigideira refogar a cebola com um pouco de azeite e quando estiver transparente acrescentar o bacalhau, e deixar cozinhar até o bacalhau ganhar cor.
5. Numa taça esmagar a batata com um garfo, juntar a couve, o bacalhau com a cebola, a salsa picada e misturar tudo muito bem.
6. Num tabuleiro forrado com papel vegetal, formar medalhões com a ajuda de 2 colheres e levar ao forno a 200º durante 25 minutos ou até os medalhões ficarem tostados.

Receita elaborada com ingredientes da Quinta da Pedra Branca

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close