Saltar num trampolim parece ser apenas uma actividade infantil, mas e se eu vos disser que a NASA estuda os benefícios deste exercício desde os anos 80? Quer em saltos suaves onde os pés não deixam o trampolim ou em saltos mais intensos onde os pés levantam até 15 centímetros, a NASA afirma que saltar num trampolim é muito mais benéfico para o organismo do que a corrida.

Na década de 1980 a NASA começou a estudar os benefícios de saltar num trampolim, enquanto os cientistas tentavam encontrar uma forma eficaz de ajudar os astronautas a recuperar a densidade óssea e a massa muscular depois de estarem no espaço. Os astronautas podem perder até 15% de densidade óssea e da massa muscular em apenas 14 dias a gravidade zero, então a NASA precisava de uma maneira para ajudar a reverter este problema. Quando os astronautas fizeram testes numa passadeira, os cientistas concluíram que os pés e as pernas absorviam uma grande parte da força aplicada na corrida, e que os astronautas corriam o risco de desenvolver problemas musculares e ósseos nos pés, tornozelos e joelhos. Quando os astronautas fizeram testes em trampolins, os cientistas concluíram que os astronautas tonificavam todos os músculos do corpo sem pressão nos pés e nos joelhos, pois o impacto da força aplicada no salto era amortecida pelo trampolim, protegendo desta forma a saúde óssea e muscular dos astronautas. Os cientistas também concluíram que os astronautas consumiam menos oxigénio quando saltavam no trampolim e que desta forma esforçavam menos o coração e os pulmões.

Inspirados pelos cientistas da NASA, muitos outros cientistas continuam a estudar este exercício: tonificação do corpo, correção da postura, desintoxicação do organismo, equilíbrio hormonal, e redução da celulite são apenas mais alguns benefícios deste exercício que para além de ser divertido, fácil e muito prático, tem imensas vantagens para o nosso organismo.

9 razões para saltar num mini-trampolim

1. TONIFICAR O CORPO SEM LESÕES

Se a NASA indica o trampolim como o melhor exercício para tonificar todos os músculos do corpo, fortalecer a estrutura óssea e aumentar a massa muscular, sem exercer pressão nos ossos e nas articulações, o que posso dizer mais? A força da gravidade impede que o nosso corpo sinta o impacto do salto no trampolim, o que faz do trampolim o exercício perfeito para quem já sofreu alguma lesão ou que queira recuperar ou atingir a forma física de uma forma suave e segura.

2. MELHORAR A POSTURA, O EQUILÍBRIO E OS ABDOMINAIS

Saltar num trampolim é fácil mas é preciso algum equilíbrio para continuar a saltar na vertical e não sair disparado para um dos lados. Quando fazemos exercício num trampolim obrigamos o corpo a corrigir a postura, endireitando as costas e fazendo força na zona abdominal. Desta forma para além de melhorar a postura e o equilíbrio no mesmo exercício, ainda fazemos abdominais, tonificando a nossa musculatura abdominal e melhorando a nossa forma física.

3. DESINTOXICAR O ORGANISMO

O sistema linfático é um mecanismo de limpeza do nosso organismo, que estimula o nosso sistema imunitário a combater e a prevenir doenças. Mas as toxinas a que somos sujeitos diariamente e o stress do dia-a-dia debilitam o nosso sistema imunitário, sobrecarregando o nosso sistema linfático, levando consequentemente a um envenenamento e intoxicação das células, dos tecidos, dos órgãos e do sangue.
Quando as glândulas linfáticas ficam “entupidas” de toxinas o nosso corpo fica doente, sem energia e inflamado, mas devido aos movimentos verticais para cima e para baixo do exercício do trampolim, o fluido linfático é forçado a fluir e a eliminar as toxinas. Estudos indicam que saltar no trampolim é o melhor exercício para desintoxicar as glândulas linfáticas, ajudar o bom funcionamento do sistema linfático e estimular o sistema imunitário. 

4. REGULAR AS HORMONAS

Ter as hormonas desreguladas não é exclusivamente um problema feminino que se resume em alterações de humor, choros compulsivos e emoções à flor da pele. Os homens também podem ter problemas hormonais que se podem expressar sobre a forma de cansaço, problemas de memória, insónias, aumento de gordura corporal, dificuldade em perder peso, queda de cabelo…
Quando o nosso corpo fica intoxicado as nossas hormonas ficam confusas e começam a dar sinais errados ao corpo, despoletando inflamações. Ao desintoxicar o corpo, o exercício no trampolim ajuda a regular as hormonas e a equilibrar o nosso sistema hormonal.

5. REDUZIR A CELULITE

A tão conhecida e famosa celulite não é nada mais nada menos do que uma inflamação crónica no corpo provocado por um sistema linfático entupido. Ora se saltar num trampolim é o melhor exercício para estimular o sistema linfático e desentupir as glândulas linfáticas, e se tonifica o corpo de uma forma divertida e sem impactos não preciso de dizer mais nada pois não? Toca a saltar minhas meninas!

6. FAZER EXERCÍCIO EM CASA

Todos nós sabemos que fazer exercício é essencial para a nossa saúde, mas temos que admitir que nem todos gostamos de fazer exercício ou da preparação para fazer exercício. Correr cansa muito e ainda temos que voltar ao local onde começámos, ir para um ginásio implica andar carregado com equipamento, despir a roupa e vestir outra roupa depois de um dia cansativo de trabalho, e fazer aulas de grupo pode ser pouco entusiasmante quando temos vergonha da nossa condição física.
Os mini-trampolins são equipamentos leves e facilmente transportáveis, que se guardam muito bem debaixo de uma cama.
Quer seja de manhã ou no final de um dia de trabalho, para beneficiar deste exercício basta colocar o trampolim num local da casa com algum espaço, escolher um música animada e começar a saltar.

7. É DIVERTIDO

Para quem assim como eu nunca sentiu muito prazer em andar a esforçar e a cansar o corpo, com a desculpa de que faz bem à saúde e é necessário para ser saudável, saltar num trampolim é o exercício perfeito. Saltar, saltar, saltar, é só saltar! Quem é que não gosta da sensação de saltar em cima da cama? Podem ser uns saltos mais enérgicos acompanhados de uma música mais animada, ou podem ser uns saltos mais suaves acompanhados de uma música mais calma, porém só o simples facto de estarmos a saltar durante os minutos despoleta sempre uma sensação de bem-estar e alegria. E algumas gargalhadas também!

8. ECONÓMICO E DESCONTRAÍDO

Os mini trampolins são equipamentos baratos e podem ser comprados em lojas de desporto. O meu trampolim foi comprado na Decathlon, custou apenas 33.99€, é resistente e tem bons materiais. Para praticar este exercício não é preciso comprar nenhuma roupa específica, basta vestir uma roupa larga e confortável, pois quanto mais o corpo abanar mais desintoxica! Eu às vezes até salto de pijama!

9. RÁPIDO, FÁCIL E EFICAZ

Estudos confirmam que saltar 10 minutos num trampolim, queima tantas calorias como praticar corrida durante 30 minutos, mas a verdade é que ao saltar no trampolim, a sensação de gravidade impede que o corpo sinta o impacto físico, o que permite continuar a saltar durante vários minutos seguidos sem sentir cansaço.
Para beneficiar das vantagens deste exercício bastam 15 minutos diários, que podem ser repartidos por 3 sessões de 5 minutos durante o dia. Para quem quiser perder peso, basta aumentar a dose diária para 20 minutos seguidos e aumentar a intensidade dos saltos. Mas atenção, nada de saltar depois de comer ou beber!

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close