Mizuna: a prima menos picante da rúcula

Mizuna: a prima menos picante da rúcula

A mizuna é uma hortaliça da família das Brassicaceae originária do Japão.
A família das Brassicaceae é representada por uma grande diversidade de espécies de vegetais diferentes como as couves (folhas), os nabos (raízes), a mostarda (sementes), ou a couve-flor (flores).
O nome “mizuna” é inspirado na palavra japonesa mizu que significa água e na palavra nu que significa planta da mostarda.

A mizuna é uma hortaliça semelhante à rúcula, que se distingue pelas suas folhas extremamente recortadas de cor verde vivo e de pelo seu caule esbranquiçado. O seu sabor é muito fresco, sabe ligeiramente a couve e é menos picante do que a rúcula. As folhas mais pequenas podem ser consumidas cruas em saladas e as folhas maiores normalmente são consumidas cozidas ou refogadas.

A mizuna é uma excelente fonte de vitamina C contendo propriedades anti-virais, anti-inflamatórias e anti-histamínicas. Também contém anti-oxidantes especiais, os glucosinolatos que têm propriedades anti-cancerígenas e a capacidade de desintoxicar as células, tecidos e órgãos do corpo. A mizuna é também uma grande fonte de vitamina A, que é altamente benéfica para os olhos, pele e para a saúde cardiovascular e também tem ácido fólico, que desempenha um papel muito importante durante a gravidez.

Disponibilidade

Todo o ano.

Escolher e conservar

As folhas de mizuna devem apresentar uma cor verde escura e devem ser frescas e crocantes.
Conservar no frigorífico num saco de papel respirável durante 4 a 5 dias.

Preparação

As folhas de mizuna devem ser bem lavadas numa taça com água e um pouco de vinagre, e enxaguadas por água corrente para retirar as impurezas.

Como cozinhar

A mizuna pode ser consumida crua em saladas com folhas de alface, pode ser levemente cozida a vapor ou salteada para servir como acompanhamento. As folhas de mizuna também podem ser adicionadas a caldos ou sopas quentes, para adicionar um toque extra de nutrientes e sabor. Os caules da mizuna são tenros mas ligeiramente crocantes, pelo que também podem ser consumidos crus ou salteados em azeite.

COZER: 4 – 5 minutos
COZER A VAPOR: 6 – 8 minutos
SALTEAR: 3 – 4 minutos
Share This Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ou clicar nas palavras abaixo