Odeiam coentros? Culpem os vossos genes

Odeiam coentros? Culpem os vossos genes

Os coentros são umas das ervas aromáticas mais utilizadas pelos portugueses. E em Portugal existem 2 tipos de pessoas: as quem amam coentros como eu e todas as avós alentejanas, e as que odeiam coentros com todas as forças do seu ser, como o meu amigo João.   

Julia Child, uma conhecida chefe de cozinha americana afirmou que os coentros tinham um sabor ofensivo e que sabiam a sabão. Mas Julia não é a única. Existem estudos que sugerem que 21% dos asiáticos, 17% dos europeus e 14% dos africanos também odeiam esta erva tão fresca e viçosa.

Esta aversão por coentros, ou a erva do diabo como o meu amigo João costuma dizer, despertaram a atenção de vários cientistas. Um artigo no jornal científico Nature mostra que um estudo genético realizado com mais de 30 mil pessoas indica que este ódio aos coentros tem uma justificação genética.  coentros_t_shirt_2

Este estudo indica que a aversão aos coentros é causada por um gene chamado OR6A2um receptor olfativo presente no nosso organismo que influencia a percepção de odores específicos. As qualidades aromáticas dos coentros dependem principalmente de um grupo de compostos conhecidos como aldeídosEm algumas pessoas o gene OR6A2 identifica os aldeídos como sendo um aroma fresco, frutado e verde, e noutras pessoas o gene considera os aldeídos dos coentros como um odor demasiado forte, repugnante ou a sabão. 

Conclusão: o que incomoda na realidade os “coentrofóbicos” não é o sabor, mas sim o cheiro. Portanto já sabem, se não gostam de coentros mas por alguma razão tiverem que os comer, tapem o nariz com todas as vossas forças para não sentirem o sabor dos coentros. 

E vocês: amam coentros ou odeiam?

1

Share This Articles

1 comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ou clicar nas palavras abaixo