Uma forma diferente de comer vegetais

Todos nós sabemos que a base da nossa alimentação diária devem ser os vegetais. Muitos não cumprem mas é o que diz a roda dos alimentos. E como tal devemos tentar introduzir vegetais em todas as refeições diárias.

Para quem tal como eu, sofre de intolerâncias alimentares, sabe que por vezes é complicado conseguir comer certos e determinados pratos que sejam elaborados com os tais alimentos proibidos. Para mim o mais difícil é conseguir comer sobremesas, e não é porque não gosto de sobremesas, gosto e não é pouco! Para mim comer sobremesas é um problema porque para além de terem açúcar, ingrediente que tenho que evitar, a maior parte das sobremesas têm farinhas e algum tipo de lacticínio, o que me dificulta mesmo muito as coisas.

Quem tem intolerâncias alimentares devido a doenças auto-imunes, sabe que o corpo é que manda. Num dia o corpo pode tolerar um alimento e num outro dia, o corpo pode reagir ao mesmo alimento como se fosse louco. Por isso é que na maioria das minhas refeições eu tento comer apenas alimentos que tenham um caracter pouco inflamatório, de modo a conseguir evitar reações inflamatórias do meu corpo.

Aquela pequena colher de prazer

O açúcar é um dos principais alimentos inflamatórios, o que explica a razão pela qual dizem que o açúcar faz mal. Ao elevar os níveis de açúcar do sangue, o açúcar provoca um efeito inflamatório no nosso organismo, e esse efeito por surgir de diversas formas, e sob vários sintomas.
Mas todos nós sabemos que quem luta contra uma doença auto-imune, ou quem lida diariamente com intolerâncias alimentares, sabe que por vezes precisamos simplesmente de esquecer que temos problemas. Simplesmente precisamos de esquecer que alimento X ou Y nos pode provocar uma reação, ou que ficamos mesmo doentes quando comemos Y ou Z.

E é por isso que por vezes podemos e devemos nos dar ao prazer, de consumir algo que não devemos comer muitas vezes, mas ainda assim conseguimos tolerar.
Claro que se somos celíacos não devemos ceder ao glúten, e se somos diabéticos não devemos ceder ao açúcar, mas para quem de vez pode ceder a uma pequena colher de prazer, então que coma uma sobremesa com vitaminas e minerais. E para isso tem que ter um vegetal! E canela, muita canela para ajudar a baixar os níveis de açúcar no sangue!

Pudim de abóbora-menina, coco e especiarias

4 pessoas | 1 hora | Fácil
COM OVOS | SEM GLÚTEN | SEM LACTOSE | SEM SOJA | SEM FRUTOS SECOS

INGREDIENTES

+ 1 chávena de abóbora cozida e escorrida
3 gemas
100 g de açúcar mascavado integral ou rapadura
120 ml de leite de coco de lata
1 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de gengibre em pó

INSTRUÇÕES

1. Bater as gemas com o açúcar até ficar em creme esbranquiçado.
2. Juntar o leite de coco e misturar bem.
3. Adicionar a abóbora cozida e as especiarias. Triturar muito bem com uma varinha mágica ou na liquidificadora.
4. Colocar a mistura em 4 formas pequenas de pudim, colocar as formas num tabuleiro de ir ao forno e adicionar água até metade do tabuleiro.
5. Levar a forno pré-aquecido a 165º durante 40 minutos.

Receita elaborada com ingredientes da Quinta da Pedra Branca

Copiar é feio! O conteúdo deste site está protegido!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de utilização. Mais informações.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close